• Relações de Pesquisa: processo, experimentação e acervo

  • Voltar
agosto 25, 2023 por 

A Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio do Museu de Arte Contemporânea (MACRS), inaugurou a exposição “Relações de Pesquisa: processo, experimentação e acervo“, no dia 17 de agosto de 2023, às 18h, em comemoração ao Dia Estadual do Patrimônio Cultural.  A mostra faz parte das pesquisas que o Núcleo de Curadoria do MACRS vem desenvolvendo em resgate da história do museu, suas primeiras exposições e da constituição inicial de seu acervo. Com os artistas Ângelo Venosa, Carlos Fajardo, Carlos Vergara, Dudi Maia Rosa, Iole de Freitas, Jac Lennier, Karin Lambrecht, Marco Giannotti, Nuno Ramos e Vera Chaves Barcellos.

A iniciativa surge através da necessidade de levantar informações, sobre o acervo artístico e o documental,  para o projeto Tainacan, que disponibiliza através de repositório digital o acervo e as exposições do MACRS; do REORG, projeto em parceria com a museologia da UFRGS, que visa a reorganização das reservas técnicas do museu segundo padrões museológicos internacionais; e do programa Acervo em Foco que consiste em um conjunto de ações que visa dar protagonismo ao acervo do Museu a partir de três eixos principais: ações de aquisição; ações de difusão e pesquisa e ações de educação e de acessibilidade.

A exposição apresenta um recorte do acervo inicial do MACRS, mostrando os processos e experimentos que foram desenvolvidos pelos artistas da década de 1990. Para isso, foram reunidos documentação, catálogos, memorando, ofícios e reportagens do Ciclo Arte Brasileira Contemporânea (CABC), importante iniciativa de fomento às artes visuais que ocorreu de 1992 a 1994, realizado pelo Instituto de Artes Visuais do Rio Grande do Sul (IEAVi) idealizado pelo diretor Gaudêncio Fidelis e continuado pelo diretor José Francisco Alves. Nessa época, estava presente na concepção artística questões que tencionavam o próprio campo da arte: o processo constitutivo das obras, apropriações de materiais diversos, manipulação e seriação. Além disso, observa-se a crítica ao retorno da pintura, movimento que se iniciou na década anterior, e a preocupação com a inserção social da arte”, como aponta Mel Ferrari, Coordenadora do Núcleo de Curadoria do MACRS.

 Ainda, visando a preservação do acervo, algumas obras estão passando por processo de restauro, como as pinturas de Karin Lambrecht e de Marco Giannotti.  A  obra do artista Nuno Ramos será restaurada, em parceria com o Palácio Piratini, na galeria em um processo que poderá ser acompanhado ao vivo pelo público. As esculturas de Iole de Freitas e de Angelo Venosa serão incluídas ao longo da exposição após o processo de restauro. Segundo Adriana Boff, diretora do MACRS, “o acervo do MACRS vem passando por uma pesquisa cuidadosa onde estão sendo analisadas as questões de conservação, sistematização  e as necessidades de restauro para garantir a preservação e difusão deste importante patrimônio de todos os gaúchos”. 

A exposição terá uma intensa programação educativa que trará atividades que evidenciam a curadoria como processo artístico e de pesquisa, da crítica de arte e o fazer artístico pensando no papel do museu enquanto agente formador e fomentador da arte  do estado. Através de visitas guiadas, oficinas, experiências no museu e debates em torno da arte contemporânea.

O Dia do Patrimônio no Rio Grande do Sul existe desde 2019 e é marcado por uma programação especial, que envolve municípios e instituições do Estado. As atividades acontecem sempre em agosto, em referência ao Dia Nacional do Patrimônio Cultural, celebrado no dia 17 daquele mês. Neste ano, o evento terá como tema “Cultura e Cidadania”, destacando a diversidade cultural dos municípios gaúchos, a participação cidadã e o direito de acesso às manifestações.

A programação do Dia Estadual do Patrimônio Cultural é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio do Departamento de Memória e Patrimônio (DMP), do Sistema Estadual de Museus (SEM) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae).

 

SERVIÇO | 17 de agosto de 2023

Exposição “Relações de Pesquisa: processo, experimentação e acervo”
Local: MACRS – Galeria Xico Stockinger, 6° andar da Casa de Cultura Mario Quintana (rua dos Andradas, 736 , Centro Histórico – Porto Alegre/RS)

Visitação: de terças-feiras a domingos, das 10h às 19h

Curadoria: Mel Ferrari, Jordi Tasso, Thais Meinerz

Artistas: Ângelo Venosa, Carlos Fajardo, Carlos Vergara, Dudi Maia Rosa, Iole de Freitas, Jac Lennier, Karin Lambrecht, Marco Giannotti, Nuno Ramos e Vera Chaves Barcellos

Coordenação Geral: Adriana Boff

Restauro: Eliete Pereira Correio, Isis Gama e Fernanda Rodrigues

Montagem específica: Nelson Azevedo e Nelson Rosa

Ações Educativas: Daniele Alana, Kamille Pederiva e Lucas Bairros

Comunicação: Aline Costa

Design: Gisamara Oliveira