julho 31, 2023 por 

O Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (MACRS), instituição vinculada à Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), Inaugurou dia 27 de julho, às 18h, na Galeria Sotero Cosme, 6º andar da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), a exposição coletiva “EL CIELO POR ASALTO”, com curadoria de Juliana Proenço. O projeto explora o acervo do MACRS tomando como motor poético/político o Movimento da Legalidade que, encabeçado pelo então governador Leonel Brizola, garantiu a posse do vice-presidente eleito João Goulart após a renúncia de Jânio Quadros em meados de 1961. 

A exposição se articula em quatro núcleos que tensionam, entre si e no conjunto, as possibilidades estratégicas e simbólicas da arte e da documentação histórica. O primeiro deles agrupa obras de alguns dos artistas que participaram diretamente do movimento através do Teatro de Equipe – Xico Stockinger, Regina Silveira, Vasco Prado e Zoravia Bettiol. O segundo núcleo propõe reflexões sobre as ditaduras civis-militares impostas poucos depois de 1961 aos países da América Latina. No terceiro, abordam-se as impermanências das disputas e dos traumas políticos dos anos 1960–1980 na atualidade do Brasil. Por fim, o quarto núcleo é composto por documentos levantados em arquivos estaduais, com destaque para o Museu da Comunicação Hipólito José da Costa, os acervos do Palácio Piratini e o Acervo da Luta contra a Ditadura do Arquivo Histórico do RS.  

A mostra faz parte do Programa Acervo em Foco que consiste em um conjunto de ações divididas em três eixos principais: aquisição, difusão e pesquisa, educação e acessibilidade. O Programa busca a integração de todos os setores do Museu em uma política institucional que visa otimizar as atividades realizadas pelos núcleos da instituição, focando na produção intelectual das equipes e no acervo, a fim de cumprir a missão do museu de promover, pesquisar e incentivar o pensamento e a produção contemporânea em artes visuais, de forma a preservar e proteger seu acervo para que este seja reconhecido como um patrimônio relevante para a pesquisa e para os processos acessíveis de aprendizado em arte e cultura.

“Em decorrência da  exposição, serão incorporadas duas novas obras ao acervo, a obra “Desfile”, da série “Dilatáveis “, da artista Regina Silveira, e uma obra da artista convidada Manoela Cavalinho. Além disso, será exibida uma obra inédita do artista Leandro Machado, uma das recentes aquisições do acervo. Com isso, o MACRS vem colocando em prática as diretrizes da sua política de aquisição de obras: ter maior representatividade de obras de artistas consagrados da arte contemporânea, preencher lacunas de artistas contemporâneos que não estão no acervo e ampliar a diversidade”, menciona a Diretora do MACRS, Adriana Boff.

 

Como ação contínua do projeto Acervo em Foco, “EL CIELO POR ASALTO” pode ser conferida até o dia 22 de outubro, de terça-feira a domingo, das 10h às 19h, na Galeria Sotero Cosme, 6º andar da Casa de Cultura Mario Quintana. 

 

Artistas participantes: Carlos Pasquetti, Denilson Baniwa, Frantz, Gustavo Tabares, Leandro Machado, Leila Danziger, Léon Ferrari, Lina El-Herfi, Manoela Cavalinho, Martin Heuser, Regina Silveira, Ricardo Chaves (Kadão), Romy Pocztaruk, Vasco Prado, Xico Stockinger, Zoravia Bettiol.

 

___________________________________________________________________

SERVIÇO

Abertura da exposição “EL CIELO POR ASALTO”, com curadoria de Juliana Proenço

Data da abertura: 27 de julho

Visitação: de 28 de julho a 22 de outubro, de terça-feira a domingo, das 10h às 19h

Local: Galeria Sotero Cosme, 6º andar da CCMQ (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico, Porto Alegre / RS)

Entrada gratuita